Disque-Seqüestro

Informações retiradas do artigo da revista Veja, 21 de fevereiro de 2007.

Os bandidos começam a atuar pelo telefone e fazer extorsão emocional.

Imagine a seguinte situação: alguém liga para sua casa e se diz um bombeiro ou policial, diz que encontrou sua filha, filho ou parente em um acidente e precisa confirmar o nome. Você assustado diz o nome sem hesitar, agora começou a tortura. Depois de conseguir o nome, eles te torturam emocionalmente, ameaçam atear fogo ao corpo do seu ente querido, ameaçam balear a pessoa e torturar até a morte. Em uma situação de alto estresse e medo, você acaba revelando mais informações que apenas vai ajudá-los futuramente a te fazer medo. Existe também a famosa frase: “se o telefone dela tocar aqui, agente mata!”.

Pense bem, se alguém realmente tivesse seqüestrado sua filha, por que teria tanto problema o telefone tocar? O medo não te deixa pensar, e você fica com medo de ligar ou envolver polícia. Bem, o que acontece é que no final das contas alguém perde em média 4000 reais.

 

Vão as dicas da veja:

 

(1) Conhecer os scripts mais comuns de ameaça.

(2) Não receber ligações a cobrar.

(3) Não ajude dando informações.

(4) Tire adesivos com possíveis informações do seu carro.

(5) Oriente os idosos, empregadas, e crianças.

(6) Pare para raciocinar.

(7) Ligue para o suposto seqüestrado.

(8) Desconfie de ligações de longa duração.

(9) Desconfie do choro da vítima.

(10) Dê queixa na polícia.

 

Bem, espero ter ajudado com esse artigo.

Obs.: A grande vergonha e prova da corrupção é que muitos dos bandidos ligam de dentro do presídio.

Anúncios

5 Respostas to “Disque-Seqüestro”

  1. Marcelo Says:

    já ouvi varios casos de pessoas roubadas por telefone. Pensionistas que ‘teriam’ dinheiro a receber, sequestro, etc.

    Não sei como ainda caem nessa.

  2. Aly. Says:

    Vou te adicionar como favorito la no bomba tife também, pode deixar.
    Belo artigo, vamo orientar essa galera aí.
    😉

  3. Gerson Albuquerque Silva Says:

    Ola Andre boa tarde.
    Nao li a veja ainda, mas li o seu blog, muito bom aliaz.
    Ja fui vitima de uma ligacao, a cobrar, de um major da PM comunicando acidente com familiares meus envolvidos. Major pm, a cobrar, sem saber o meu nome. Mandei pro inferno e desliguei. Contatei a familia, estava tudo bem e segui a vida com o mesmo ceticismo de sempre.
    Forte abraco e fique com DEUS.

  4. Leonardo Araújo Says:

    Ligaram pra casa da minha cunhada na semana passada, ela se tocou e eu peguei na extensão pra ouvir a história deles. Como ela não caiu, não deu nome nenhum, nem se identificou, eles ficaram meio perdidos do outro lado da linha. A história contada foi idêntica a da revista, tanto que me assustei qdo vi na capa da Veja. Comprei a revista pra ela ler. Não tem mais jeito mesmo, tá foda a criminalidade. E o pior é que eles são muito criativos.
    Abração!

  5. Rodrigo Says:

    Acabei de receber uma ligação aqui no trabalho, às 1h da manhã. O fulano queria fazer pesquisa sobre a cueca zorba. Como questionei, ele falou que é para a comodidade de pessoas que trabalham neste horário, como eu. Aí eu retruquei e falei se ele estava fazendo pesquisa do telefone 021 81450864, pois nosso telefone aqui identifica o número, mesmo que seja marcado como restrito. Aí ele gaguejou e pedi o cnpj da empresa pra dar continuidade. Ele desligou. Tentei retorar a ligação pra “continuar a pesquisa”, mas ele desligava o celular e deixou desligado após um tempo. É muita bandidagem!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: